quarta-feira, dezembro 21, 2011

Nascimento de Jesus

Era ja noite alta.
A lua palida, no escuro inverno, recobria-se de nuvens frias.
Maria deitada-se, buscando o repouso justo.
Acomodava-se nas palhas da estrebaria,que o estalajeiro lhes houvera cedido para abrigarem-se enquanto estivesse em BELEM,quando se cumpriram as horas em que ela haveria de dar a luz.
O ar, de subito, tornara-se brando e perfumado, como se um jardim de flores invisiveis se houvesse aberto no ambiente rustico.
Sentia-se que do ALTO desciam ESPIRITOS ANGELICAIS, numa reluzente caravana que acompanhava aquele que nasceria entre os homens para construir a estrada da esperanca que, em se fundando na Terra, demandaria ao Infinito, na direcao do MAIS-ALTO.
A paz tomara corpo do local.
Nasce, entao, o SENHOR DA VIDA!
A doce mae, comovida com a criaturinha angelical que lhe viera ao regaco, em tao singelo lugar, envolve-a em panos singelos, ofertando-lhe o agasalho humilde com que o nosso mundo O acolhia.
-Onde repousa-lo?-indagava-se Maria.
E, num movimento de sublime inspiracao, os Espiritos Angelicais que colaboram com o SENHOR desde os primeiros dias da Terra, derramam naquele coracao maternal a sugestao:
-Maria, o Mestre sera o alimento do espirito de toda criatura que venha a sentir fome de amor, do amor de DEUS.
Convem, pois,dar-lhe por berco o mesmo tabuleiro onde vem comer as ovelhas famintas, quando lhes falta o alimento nos campos do mundo.
Maria recolheu, em se coracao, a divina sugestao.
Levantando-se, com o filho aquecido em seus bracos amorosos , encamilhou-se para a manjedoura, onde se encontravam algumas ovelhas nas noites de inverno e, ali, deitou o recem -nascido. 
 

Eis, ai, o pao da VIDA, aos que venham a ter fome de amor--disse Maria a seu companheiro Jose.
E ambos, banhados de lagrimas que iluminavam os rostos diante do Emissario do PAI CELESTIAL que lhes viera abencoar o lar com o seu primeiro filho, demoravam-se a contemplar os profundos e ternos olhos azuis de JESUS, que lhes falavam de amizade e gratidao,no silencio augusto da pousada pauperrima.
Maria suspirou, acolhendo-lhe a mensagem.
--O PAI DIVINO -- diz a MAE SANTISSIMA, -confia-nos o seu grande tesouro.
E JESUS, que hoje acolhemos, sera chamado o FILHO DO ALTISSIMO, e o seu reino, que se instalara na TERRA a partir de agora, nao tera fim. 

Roque Jacintho / Livro: Dois Momentos Com Jesus *



2 comentários:

  1. Amiga linda do meu coração, to passando pra desejar um Natal repleto de alegrias e que Cristo, o verdadeiro motivo do Natal, possa renascer em seu coração. Deus te abençoe. Bjs docinhos

    ResponderExcluir
  2. Lindíssima...que seu Natal e Ano Novo seja repleto de amor, carinho, paz e alegria!!!!Beijocas na alma!!!!

    ResponderExcluir

Anjo, deixe seu comentário..será lido com todo carinho!!!
Obrigada pela sua visitinha, seja bem vinda (o) todas as vezes que retornar!
Beijos na alma! ; )